terça-feira, 4 de outubro de 2022

5 de outubro de 1910 - Implantação da República

Para comemorar e estudar  esta data tão importante - 5 de outubro de 1910 - Implantação da República, os alunos  do 5º ano, das turmas - A, B e C- na disciplina de Cidadania e Desenvolvimento,  realizaram estes fantásticos trabalhos, que agora embelezam a nossa Biblioteca.

A Implantação da República Portuguesa foi o resultado de uma revolução organizada pelo Partido Republicano Português, iniciada no dia 2 de outubro e vitoriosa na madrugada do dia 5 de outubro de 1910, que destituiu a monarquia constitucional e implantou um regime republicano em Portugal.

Diversas forças militares sublevam-se na noite de 3 para 4 de outubro 1910 contra a monarquia. Após acesos combates esta é derrubada e dois dias depois proclama-se a República.
A proclamação da República é feita das varandas da Câmara Municipal de Lisboa na manhã do dia 5 de Outubro de 1910. Trata-se do resultado de um longo processo, iniciado ainda no século XIX, que foi criando na população, especialmente em algumas elites, a vontade de mudar o regime.
Os confrontos que envolvem civis e militares, de um lado e do outro, a partir do dia 3 de Outubro, dão a vitória ao partido republicano.
Logo no dia 5 o rei e a família abandonam Portugal embarcando na Ericeira a caminho do exílio.
5 de Outubro, Implantação da República. (retirado de  /https://www.cm-smpenaguiao.pt)


Mês Internacional da Biblioteca Escolar

 

quarta-feira, 28 de setembro de 2022

"Caminhos para a leitura"


    Nos dias 27 e 28 de setembro, as turmas do 5ºA, 5ºB e 5ºC vieram à Biblioteca, no âmbito da receção aos novos alunos. Além de ficarem a conhecer a Biblioteca e os diversos recursos que a mesma tem, os alunos realizaram uma atividade que lhes permitiu ler, escrever e pesquisar informação no tablet.

    Em grupo e seguindo as várias etapas propostas, descobriram o caminho para a leitura do livro "O Rapaz ao Fundo da Sala" de Onjali Q. Raúf.
 
    O livro despertou a curiosidade dos alunos, que agora vão querer conhecer a história toda, sobre um tema atual, visto pelo olhar de uma criança. Uma história memorável e premiada, que salienta a importância da amizade e da bondade num mundo tantas vezes intolerante e sem sentido.

    Para finalizar, os alunos escolheram um poema do livro "O Pássaro da Cabeça", de Manuel António Pina, que leram em voz alta para os colegas da turma.

    Fica o registo fotográfico deste trabalho fantástico.






















    

   


   


quinta-feira, 22 de setembro de 2022

"Uma Chuva de Histórias"

Ontem, a nossa escola promoveu a atividade "Uma Chuva de Histórias", para os alunos do pré-escolar e 1º ciclo, com o propósito, entre outros, de fomentar o gosto pelos livros e pela leitura, desenvolver a literacia da leitura, a curiosidade, a imaginação, a fantasia e a inteligência emocional.

Ao longo do dia foram realizadas várias sessões, onde os alunos tiveram a oportunidade de ouvir, Jorge Serafim que, para além de ser um mediador do livro e da leitura, ilustrador e escritor é um contador de histórias para todas as idades.

Jorge Serafim proporcionou aos presentes, momentos de novidade, de entusiasmo, divertimento e aprendizagem. As suas “estórias” fizeram-nos “voar” para outros mundos, o do fantástico e do maravilhoso encantando os pequenos e os graúdos que os acompanharam.

Aqui deixamos um agradecimento a este contador de histórias, que “como um mágico” entusiasmou e alegrou as nossas crianças e à colega Susana Valente que realizou todas as diligências para que esta atividade se pudesse realizar.










quarta-feira, 21 de setembro de 2022

DIA INTERNACIONAL DA PAZ



    O Dia Internacional da Paz é celebrado, anualmente, a 21 de setembro.

    Esta iniciativa mundial foi estabelecida pelas Nações Unidas em 1981 e comemorada pela primeira vez em setembro de 1982. Em 2002, a Assembleia Geral das Nações Unidas declarou oficialmente o dia 21 de setembro como o Dia Internacional da Paz.

   A nossa Biblioteca não quis deixar passar este dia em branco, e por isso, sensibiliza toda a comunidade educativa para a necessidade de Paz no mundo, do fim dos conflitos e das guerras entre os povos.

  Neste dia façamos algo pela Paz, podemos perdoar um amigo, colocar uma bandeira branca nas nossas casas, partilhar uma música e, sobretudo, construir a Paz, a empatia, a amizade, a liberdade, a generosidade e o amor.

 Para quem gosta de música, aqui deixamos o link de uma canção de John Lennon que encoraja o ouvinte a imaginar um mundo de paz, sem fronteiras, sem países, sem religiões.